segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Aproveitar os minutos...

Cada dia que passa, cada minuto de nossa existência, é um recomeço, uma oportunidade. Muitas vezes não percebemos o quanto tempo perdemos com bobagens, com um orgulho bobo, com uma teimosia inútil que em nada nos acrescenta, apenas nos impede de crescer e nos aprimorar moral e espiritualmente. E este orgulho é o que enche o nosso coração de angústia. Aquela dor no peito que muitas vezes não sabemos de onde vem, aquela tristeza profunda que nos assola e não entendemos o porquê, aquele vazio que nos impede de ser feliz de verdade. Tudo isto vem da nossa incapacidade de perdoar, de relevar, do nosso orgulho e vaidade que não nos deixam aproveitar os minutos de nossa existência para colocarmos em prática nosso maior objetivo neste mundo: aprendermos a amar a todos sem distinção, a aceitar as atitudes alheias sem julgamentos. A perdoar a todos, inclusive a nós mesmos.
Infelizmente ainda achamos que estamos sempre certos e que nada temos a melhorar. Grande engano nosso, pois se não tivéssemos nada a melhorar, não estariamos neste mundo onde o egoismo ainda impera. Se Deus em sua infinita bondade aqui nos colocou é porque ele sabe que muito temos o que aprender neste mundo. Muitas vezes pela nossa insegurança, por não aceitarmos a nós mesmos, desenvolvemos defesas, verdadeiras armaduras para nos "protegermos" dos nossos semelhantes, que nos impedem de olhá-lo com bondade, como um ser que precisa de nosso auxílio, e não de nosso julgamento. Estas máscaras que vestimos nos fazem gastar muita energia para provar aos outros que somos melhores, que ninguém tem o direito de nos ferir, que somos "superiores" e que não damos o braço a torcer e não perdoamos aqueles que nos fizeram mal.
A verdade é que ninguém é melhor do que ninguém. Estamos todos em um mesmo barco, e se o outro erra conosco, nós também erramos muitas vezes. Só que nossos erros esquecemos fácil, ou às vezes nem nos apercebemos. Mas o erro dos outros... para estes ainda temos olhos de lince... infelizmente, o que nos faz tornar-nos muitas vezes inquisitores cruéis, esquecendo que nossas cobranças e jultamentos podem um dia voltarem-se em nossa direção. Tudo aquilo que cobramos e exigimos do outro é aquilo que ainda não resolvemos dentro de nós. Será que estamos julgando o outro ou a nós mesmos?
As situações difíceis, as pessoas difíceis, absolutamente tudo nos é enviado para que possamos reconhecer uma oportunidade de melhoramento. Vamos aproveitar cada detalhezinho, cada situação que nos é oferecida, pois tudo é uma benção do Pai para que possamos assimilar algo, por mais difícil que possa parecer. Não existem vítimas, não existem injustiçados, apenas uma lei de causa e efeito. Tudo é resultado de nossos pensamentos e ações. Se existisse injustiçados, Deus seria injusto, não acham?
Não vamos mais perder tempo e sonegar o infinito amor que temos dentro de nós mesmos. Vamos distribuí-lo para que ele possa retornar a nós redobrado. Quanto mais perdoarmos, menos doenças e angústia teremos e mais felizes e plenos vamos nos sentir. Vamos chegar ao término de nossa jornada terrena e poder olhar pra trás com a consciência do dever cumprido, com a certeza de que não perdemos tempo com bobagens e coisas fúteis, mas que demos todo o amor que nos foi possível e fizemos todo o bem que estava ao nosso alcance, alcançando assim todos os objetivos que para nós estavam tracados.
Um semana cheia de luz e harmonia a todos =)
Seminha

Apreciem este vídeo, ele nos faz refletir que não temos nunca tempo a perder...

13 comentários:

Jhennifer Cavassola disse...

Que belo texto! Adorei :)
O orgulho é o inverso da humildade. Temos que ser mais humildade em tudo nessa vida. Humildade pra amar, chorar, sorrir, conversar, ver... Até farei um texto depois sobre isso rss.
Obrigada por trazer uma boa leitura pra nós apreciadores.

Beijos e fica com Deus!

Jhennifer Cavassola disse...

Mais um selo pra ti no meu blog :)

beijos

Hazel disse...

Muito profundo, Seminha.
Gostei do texto.

Talma disse...

Seu blog é uma inspiração prá mim e, por essa razão, tem selinho prá vc no meu blog. Não precisa repassar nem linkar, é só para vc saber que tem importância no meu dia-a-dia. Bjs!!

Carmen disse...

Olá Semi,
como sempre os seus textos são lindos e gratificantes para quem os lê, dão uma força encorajadora, que muitas das vezes nos falta.
Eu às vezes penso nisso, mas o dia-a-dia é tão desgastante por vezes a há situações que me fazem logo esquecer a minha meta e assim o tempo vai passando, e o tempo que se perde.
Bem tento melhorar mas tá difícil
bjo

Luciana disse...

Oi Seminha, teu blog é muito legal. Obrigada pela visita, eu andei muito afastada do meu, pois me mudei e andei bem ocupada, mas agora que estou mais calma, pretendo voltar aos pouquinhos.
Já vi que temos coisas em comum, paixão por gatos e o signo (apesar de não acreditar).
Bjos, Lú.

Helena Almeida disse...

Sim, é muito fácil afastarmo-nos do que realmente importa que é o amor incondicional.
beijos Helena

Hazel disse...

Bom dia, Seminha.

Tenho um prémio para ti!

Beijosssss

Cris disse...

Que lindo, Seminha!

Muito bom vir aqui e encontrar essa energia incrível!

Beijos,
Cris

Mari Thomé disse...

Oi querida!!
Nem sei se tu lembra de mim, mas pelo blog da Carla eu te achei!

Adorei teu blog e principalmente teu texto! Lindas e profundas palavras.

Voltarei mais vezes aqui :)
Beijos!

Luciana disse...

Seminha, passa lá no meu blog, deixei um mimo hoje pra ti.
Bjos, Lú.

Jhennifer Cavassola disse...

Oiee! um selo especial pra ti no meu blog. Alias vc tem dois selos pra postar aqui.

beijos

Hazel disse...

Seminha... selo para ti lá na Casa Claridade!
Beijos!!

Compartilhe

1.